Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Que dia é hoje? Que horas são mesmo?

Entre a mudança de horário e a mudança de estação venha o Diabo e escolha!

Hoje estou toda trocada, o meu despertador indicava-me alto e bom som que eram 6h20m e o meu cérebro dizia-me "Não ligues que ainda são 5h20m", o meu corpo sentiu um mix fellings de sensações estranhas, como se tivesse com amnésia e já não soubesse de onde vinha e onde estava. Levantei-me, abri a janela e pensei de imediato "filho de um corno do tempo", tomei banho, tomei o pequeno almoço, sequei o cabelo, abri o guarda-roupa....

- Muito quente.

- Muito frio.

- Muito arejado.

- Muito claustrofóbico.

- Não quero ir com as pernas à mostra.

- Não quero ir muito tapada.

- Não tenho NADA para vestir.

- São 5h50m e ainda estou nestes propósitos, vou optar pelo básico, calça azul, camisa branca, casaquinho vermelho, botins camel. Ok sinto-me uma deslavada e já sei que me vou sentir assim o dia inteiro...

- E casaco? Este é muito quente, este é muito frio, opto pelo meio termo: gabardine curta.

Ah porra que esta mudança de estação da Primavera para o Inverno aliada à mudança de hora cansou-me!

Que horas são mesmo? Estamos em que dia da semana?

Porquê cinco?

O Outuno já chegou, caso não tenham reparado, e com ele chegou também aquele tempo ronhonhó em que está um gelo de manhã e que vai aquecendo durante o dia não o suficiente para uma friorenta como eu, chegou também novamente a altura do ano em que não sabemos o que é que havemos de vestir ou calçar. Não, não vou falar de pessoas que não sabem o que é roupa de meia estação, já fiz um post sobre o assunto mas aparentemente nem toda a gente leu, vejo toda a espécie de indumentária nesta altura do ano, faz-me comichão mas decidi seguir em frente e fingir que não vejo certos atentados contra a meia estação.

Hoje vou falar de um assunto lancinante, um flagelo para a minha mente e carteira, um assunto que niguém me consegue explicar: pensos para bolhas nos pés!

Com a mudança de estação a maioria (ou algumas vá) de nós opta passar das sandálias para os sapatos fechados, sejam eles de que estilo sejam, sapatos normais ou sabrinas no meu caso. Esta mudança de calçado chacina-me sempre os pés, fico com a parte de cima dos calcanhares a escaldar e por vezes em ferida. Já há uns tempos que decidi optar por prevenir antes de remediar e compro uns pensos para bolhas que previne esse massacre nos meus mini pés, até aqui tudo bem, o que eu pergunto é: alguma de vós já notou quantos pensos traz a embalagem? Para os/as mais distraídas eu digo-vos já, cada embalagem traz cinco pensos, cinco minha gente! Ora se nós temos dois pés não seria mais lógico a embalagem trazer seis pensos, ou quatro vá? Para mim não tem lógica um produto destinado a uma parte do corpo que temos, por defeito, em par trazer uma quantidade de produto ímpar. Assemelha-se a comprarmos um pack de 3 ou 5 peúgas, não tem lógica!

Será que estou a ser muito picuínhas? Bom se calhar estou, mas é um assunto que me faz comichão...

Em contrapartida não me faz bolhas, seja em número par ou ímpar

Sobre mim

foto do autor

O que se falou por aqui

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D