Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

A Blogoesfera está mais bonita

A Blogoesfera está mais bonita, está mais leve, mais divertida, mais informal, mais acessível e com uma nova energia, uma boa energia, gosto desta "nova" Blogoesfera! Sente-se um ar mais leve, mais respirável, mais afável onde cada qual escreve e partilha o que quer e quando quer sem medos nem receios, e é para isso mesmo que serve um blog para partilhar ideias, pensamentos, momentos, vivências e afins, esta é a verdadeira essência de um blog, um blog com muita gente boa por dentro!

Nos últimos tempos tenho assistido a uma leva de novos blogs, cada um à sua maneira e todos igualmente bons. Gosto deste partilhar de posts, comentários e opiniões, descobri novos blogs que me enchem de alegria, uns pela alegria e humor em si os outros pelas palavras sábias, educadas, polidas e simpáticas com que sempre me presenteiam, quer no meu quer no seu blog.

Gosto muito desta Blogoesfera e das novas pessoas que tenho vindo a conhecer, gostaria de poder conviver e "falar" mais com outros bloggers mas a minha vida profissional não o permite, contudo sempre que posso lá vou visitando um ou outro blogger "novo", gosto, gosto muito! Até as trocas de opiniões que assisto são saudáveis, concordando ou discordando ninguém se chateia com ninguém, até porque me parece que somos todos diferentes mas todos iguais no que toca à maturidade.

Não vou mencionar ou fazer links para os blogs em questão porque eles sabem quem são, sabem que me animam e sabem que gosto da nossa troca e partilha de opiniões e larachas, apenas tenho uma coisa a dizer: continuem assim.

Opá gosto tantooooo!!!

41.jpg

(Imagem retirada daqui)

P.S. Tenham calma, quando eu meto um cartoon a dizer "que nos estamos a reunir" não significa que esteja a planear criar alguma seita manhosa ou algo do género, ainda não me deu para isso!

Gosto e não gosto, sei lá!

Gosto de pessoas que me fazem rir nos momentos mais inapropriados.… Chorar de tanto rir em todo e qualquer momento. Gosto daquele tipo de pessoas que soltam e fazem soltar uma gargalhada alta, do nada, e que contagia todos em seu redor. Gosto, deste modo de quem leva a vida com humor.

Não gosto assim tanto de quem tenta ter piada, só para ter atenção alheia, ou de quem conta piadas à custa e conta dos outros, gosto de quem é natural, de quem tem senso, bom senso, daquele tipo de pessoas que podes ver a rir o tempo todo, mas quando está mal, está mal, e é nesses momentos que temos que saber amparar, saber falar sério, saber transmitir a nossa preocupação, nem que seja só pelo olhar ou uma atenção. 
 
Também gosto de pessoas que transpiram sinceridade, que conseguem ser verdadeiras sem serearrogantes. Quem dá valor a própria saliva e não a gasta com insignificâncias. mas quando gasta, sabe falar, sabe ser convicto, confiante, e não arrogante ou superior. 
 
Gosto de quem defende, de quem se defende, de quem entende valor de amizade, e que sabe o que é a amizade em primeiro lugar! É necessário ser amigo de si mesmo, para viver.
Gosto de quem se ama, de quem ama de uma maneira visível, de quem cuida, gosto mesmo muito de quem cuida, de de quem não se esquece das coisas boas, de quem agradece, de quem se lembra. de quem permanece sendo a mesma pessoa até o fim. 
Portanto gosto de quem é humano, de carne, de osso, de sentimento, de erro, de acerto, de capacidade, não de fingimento, não de quem passa a vida tentando ser algo que não é. 
 
Gosto de quem acrescenta, de quem tem conhecimento, de quem gosta de ensinar mas acima disso de quem gosta de aprender, e não tem vergonha nenhuma em dizer que não sabe. 
Gosto de quem lê., de quem dança, de quem faz loucuras saudáveis, de quem age e depois pensa, de quem pensa e depois age.... 
 
Gosto de quem tem opinião própria sem seguir terceiros, tendências ou modas, de quem sabe encaixar todas as pessoas da sua vida de maneira transparente, sem fingimentos ou subterfúgios.
 
Gosto de pouquíssimas pessoas, mas dessas poucas gosto muito. 
 
Já gostei de quem fingiu ser tudo isso, e não era, alguns estou ainda a aprender a desgostar… Deste modo não gosto da imagem que alguns já me tentaram passar, mas gosto muito de mim mesma para me dedicar a mentiras e falsidades. 

Gosto daqueles que chamo de amigos, mas amigos de verdade. que me fazem sentir confortável por ser eu mesma, sem me limitarem ou tentarem controlar-me e gosto de quem mantêm sempre o mesmo olhar sincero e singelo como um amigo tem de ser.
 
Não gosto de quem me chama de amiga para amanhã dizer que se equivocou, que cometeu um erro, quando o erro foi meu. Hoje em dia demoro muito para chamar alguém de amigo e demoro muito para ser amiga.

Gosto de quem é exigente porque eu sou exigente comigo mesma.

Gosto de pouquíssimas pessoas, mas gosto de gostar apenas delas!
 
Kikas