Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Bora Brunchar?

Tenho observado de há uns tempos para cá uma nova moda, moda esta que aliada às centenas de fotos publicadas nas redes sociais se tornou mais do que uma moda, tornou-se viral, estou a falar dos tão afamados brunches!

É uma refeição de origem britânica que combina o café-da-manhã (pequeno-almoço; breakfast, em inglês) com o almoço (lunch, em inglês). É normalmente realizada aos domingos, feriados ou datas comemorativas, quando toda a família se reúne entre 10 e as 14 horas (por tempo indeterminado) à volta da mesa.

In Wikipédia a enciclopédia livre

Eu já foi a dois, e fui convidada para outros 17, mas para mim que sou rapariguinha de pouco alimento não é das modas que mais aprecio. Gosto sim de ir ao local e ver as dezenas de delicias para comer e degustar a nosso bel-prazer, a mesa posta, o cuidado com a colocação dos pratos e a decoração em si também me atrai, mas saio de lá com uma torrada, um chá e um café no estômago... Apesar de não ser para mim há cada vez mais procura e mais oferta e por tal, e como sou amiguinha dos meus amiguinhos, aqui vos deixo um link de 12 locais na capital onde os brunches são reis e fazem a delícia dos que lá vão encher o bandulho e por menos de 12.00€.

Brunches em Lisboa por menos de 12€

Se já foram a algum(s), gostaram, querem repetir e o local não está incluído no link que aqui vos deixei aceitam-se sugestões, nada como partilhar o que gostamos, certo? Digam-nos lá onde gostam de ir brunchar à grande e à francesa, sff!

35.jpg

 (Imagem retirada daqui e pertencente ao Artisan/Boulanger Paris Eric Kayser)

(Por motivos de ordem politicó/sociais os brunches da Padaria Portuguesa não serão incluídos neste post, este é um blog de uma pequena assalarida e não de uma CEO para grande pesar aqui da pequenota)

 

Diário semanal da Daisy - Cap.3

Continuação do capítulo anterior, continuação da cirurgia dentária:


No fim de semana que se seguiu à cirurgia estive forçada a um regime de líquidos. No sábado tudo corria bem, não tinha dores mas a minha cabeça só pensava que as dores ainda podiam surgir portanto limitei-me aos líquidos, gelatina e sorvete de fruta.
No domingo acordei normalmente, sem dores, inchaço ou qualquer outro mal estar, estava tudo normal, normal demais até, não doía, não inchou, nada, zero, rien de rien.
Pensei logo: ok se não dói posso pelo menos comer comida relativamente sólida, comi uma sopa, metade de uma carcaça com manteiga e a dor não apareceu, foi a minha desgraça, atirei-me no dia a seguir às comidas, comidas, daquelas sólidas e com sabor, aquele sabor que nos faz sentir tão bem por um lado e tão mal por outros, mas consegui satisfazer a gula de dia e meio de jejum.
Mas calma. isto não é tão bonito como mostram na tv, o implante não a comida, a comida é maravilhosa, mais na vida real do que na tv propriamente dita, nos programas de tv  entram e saem do consultório num abrir e piscar de olhos com os dentes lindos e maravilhosos eu ainda tenho de esperar uma semana para tirar os pontos e quatro meses para por o dente... E esta situação podia-me tirar a fome? Sim podia mas NÃO TIRA!

Até para a semana, boas dietas.

Daisy

Sobre mim

foto do autor

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D