Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Blogar com o coração ♥ 1 - C.*

Entrevista.jpg

Para o meu recente incentivo a dar a conhecer à Blogosfera os meus amigos bloguers e os seus respectivos blogs, não podia escolher outra pessoa para a minha primeira Rubrica a minha querida C.*. Então vou-vos contar o porquê da C.* ser a minha primeira escolha: além de ser uma pessoa espectacular, bom coração e sempre disposta a ajudar, como por exemplo quando não conseguia inserir links no meu blog e ela fez um post destinado para o efeito, foi a primeira pessoa que interagiu comigo na Blogosfera! E de uma maneira muito especial, querida e carinhosa. Foi a primeira bloguer a comentar os meus posts, foi a pessoa que não me fez desistir do meu blog quando já pensava em fazê-lo e até me lembro como se tivesse acontecido ontem o que ela me escreveu "Não penses que te vais integrar neste mundo num estalar de dedos, começa a comentar outros blogs e a interagir com eles que vais ver que vais conseguir, mas não desistas". Obviamente que a C.* me ficou (e irá ficar) no blog e no coração para sempre!

 

AQUI VAI DISTO 

 

Introdução feita pela C.*:

 

Antes de mais quero agradecer à Kikas por se ter lembrado de mim para ser a sua primeira entrevistada! Nunca pensei, sinceramente, que alguém me convidasse para uma rubrica deste género e fiquei mesmo surpreendida e lisonjeada com este convite. Por isso muito obrigada Kikas, és uma querida! Obrigada por este convite que aceitei com todo o gosto e cujas perguntas adorei responder. Espero que seja do agrado dos leitores e espero não desiludir ninguém com as minhas respostas, nunca me passou pela cabeça responder a uma entrevista para um blog então não sei bem como se responde ou se se responde como se de um desafio se tratasse. E sem mais demoras, espero que gostem! Um grande beijinho a todos!

 

MUMMY'S LITTLE GIRL QUESTIONS

 

Porque é que decidiste criar um blog?

"Já tinha experimentado uma vez este mundo, mas a coisa não durou muito tempo e apaguei os blogs que tinha criado. No entanto, em Setembro de 2014, sabe-se lá porquê, senti a necessidade de desabafar sem ser com os meus amigos ou família, de expressar as minhas opiniões e de conhecer as opiniões de outras pessoas que não conhecia. Inicialmente experimentei escrever numa folha de Word como se fosse uma espécie de diário, mas isso não resultou porque iria estar a escrever só para mim e nunca teria uma opinião de outra pessoa. Assim, surgiu o meu blog onde escrevo um pouco de tudo, vá tudo não porque não falo de moda nem de maquilhagem, mas de quase tudo. Onde desabafo, dou as minhas opiniões sobre algumas coisas, peço ajuda quando preciso. Acho que mesmo estando, por vezes, algum tempo sem escrever lá, já não vivo sem ele, ou pelo menos sem visitar os blogs que sigo."

 

O que é que mais gostas na Blogosfera?

"Gosto das amizades. Já fiz algumas, poucas mas fiz. Entre as quais a querida Kikas está obviamente inserida! Apesar de serem amizades virtuais eu gosto de as poder fazer, muitas vezes não nos julgam e são mais sinceras do que as nossas amizades reais. Mas claro que não podemos viver só com amizades destas, as reais também são muito importantes!

Gosto de poder dar as minhas opiniões sem me preocupar com o que os meus amigos ou familiares iriam achar. Por vezes tenho opiniões que diferem muito daquilo que a sociedade nos obriga a ter, e quando falo disso com pessoas que conheço elas ficam um pouco “coisas”, parece que estranham o facto de eu ter determinada opinião quando toda a gente tem uma opinião distinta, ou seja, a minha opinião é quase sempre diferente daquela que a maioria das pessoas segue – a opinião que a sociedade diz que todos temos que ter. É como quando eu digo que não gosto de rosa e as pessoas ficam escandalizadas “O quê? Mas é rapariga, como não gosta de rosa? Todas as raparigas gostam de rosa.”, até porque todas as raparigas têm de gostar de rosa! Ou quando digo que não gosto de maquilhagem e não ligo a vestidos, saias ou calções, também ficam escandalizados porque rapariga que é rapariga gosta de coisas de rapariga. Basicamente, na Blogsfera não tenho este problema porque como não me conhecem não julgam os meus gostos e opiniões.

Gosto de conhecer outros pontos de vista sobre os mais diversos assuntos e poder melhorar ou consolidar as minhas opiniões sobre esses assuntos. Gosto de conhecer outros livros que sem alguns blogs não fazia ideia que existiam. Gosto de conhecer novas músicas que os autores dos blogs que sigo partilham.

Enfim, gosto de um montão de coisas por isso me sinto tão bem aqui!"

 

Como é que escolheste o nome do teu blog?

"O meu blog pode ter dois nomes diferentes porque o que está no link não é o nome do blog, embora faça parte. Se calhar é um pouco confuso mas vou explicar. O nome do link - choose to be happy - apareceu por um motivo que é, talvez, um pouco estranho ou incompreensível. Quando estava na licenciatura eu queria escolher uma cadeira opcional que toda a gente dizia que era dificílima, que eu ia chumbar, e que estava a ser estúpida em ir para uma cadeira tão difícil quando existiam outras opções mais fáceis. Só que aquela era a única que eu sabia que me ia fazer feliz e se não a escolhesse eu iria arrepender-me para todo o sempre. Daí o "choose to be happy" ou em português “Escolhe ser feliz”.

Já o nome - everything happens for a reason – deve-se à minha opinião pessoal. Ou seja, eu penso que tudo o que nos acontece na vida, quer coisas boas como as más, acontecem por qualquer razão que nos é desconhecida. Ou porque nos esforçamos e nos dedicamos a algo e no fim somos recompensados com coisas boas. Ou, por outro lado, as coisas más acontecem porque tinham que acontecer, porque sem passarmos pela infelicidade e dor não sabemos o valor da felicidade (isto é apenas o que acho, outras pessoas podem não achar o mesmo) e penso que temos que passar por experiências más para aprendermos as várias lições desta vida.

E pronto, foi assim que escolhi o link e o nome do blog. Quer dizer, antes destes tinha outros que já nem me lembro, só que descobriram o blog e eu tive que mudar. Resumindo: tudo o que nos acontece na vida, acontece por uma razão mas nós temos que saber escolher o que nos faz felizes mesmo que outras pessoas digam o contrário!"

 

O que mais gostas vs o que mais odeias:

"Vou responder literalmente com “o que gosto” VS “o que odeio”:

Adoro o Sporting, odeio o benfica.

Adoro pessoas com sentido de humor, não gosto de pessoas que não percebem piadas sem maldade.

Adoro livros, odeio algumas adaptações para filmes que ficam mesmo mal feitas.

Adoro animais, mas odeio cobras, aranhas, esses géneros de animais.

Adoro o frio, odeio a chuva quando tenho que sair de casa.

Adoro bom tempo com uma temperatura agradável, odeio temperaturas demasiado altas.

Adoro quando me dão uma opinião sincera sobre algo mas odeio quando já estão a querer meter-se na minha vida e a mandar bitaites sobre o que devo ou não fazer ou sobre coisas que não lhes diz mesmo respeito.

Adoro filmes de acção, não gosto muito de filmes românticos, e quando digo românticos é filmes lamechas, cheios de mel ao estilo de Nicholas Sparks ou do estilo.

Adoro falar mas não gosto de falar em público.

Adoro rir, odeio chorar."

 

Descreve-te enquanto pessoa:


"Para começar sou uma pessoa relativamente pequena, tenho 1,60m. Sou morena e adoro o meu cabelo castanho – quando me obedece e não fica todo estúpido – e olhos castanhos, ou seja, sou uma pessoa comum. Nasci em Dezembro de 1993 e desde aí que sou sportinguista embora seja sócia há muito pouco tempo. Considero-me uma pessoa calma excepto quando “me salta a tampa” e enervo-me quando algo não me está a correr como era suposto, quando os programas que uso para a faculdade não colaboram ou quando não querem ouvir outros pontos de vista (neste caso os meus) e consideram-se donos da razão. Também me considero uma pessoa simples, não ligo nada de nada a moda nem a maquilhagem e quanto mais simples e prática a minha roupa for melhor para mim! Se me perguntarem qual é a cor para o próximo verão eu não vou saber responder, é-me indiferente.

Nasci numa territa mas até que gosto dela por ser muito sossegada, embora não se passe lá nada e não me dê com muita gente. Sempre vivi lá até vir para Lisboa estudar. Estou na capital há 5 anos e mesmo estando habituada a esta vida citadina gosto muito mais da vida no campo, do ar leve de lá, do silêncio e não me preocupar tanto com passadeiras e semáforos. O que estudo é e será uma incógnita pois esse lado da minha vida quero manter em anónimo mesmo que se calhar muita gente pergunte que licenciatura tirei ou que mestrado ando a estudar.

Que mais posso dizer? Sou maluca pelo Sporting como podem perceber se visitarem o meu cantinho. Adoro os Linkin Park e sou mega fã do Chester. Sou ainda uma apaixonada por cães e se pudesse tinha uma casa cheia deles! Mas infelizmente não tenho posses monetárias para tal, por isso tenho três cadelas que amo do fundo do coração, e que me fazem rir bastante com as parvoíces delas!

Ah, também sou uma pessoa bastante tímida com as pessoas que não conheço, mas depois de algum tempo de convivência começo a mostrar o meu lado divertido. Considero-me muito amiga dos meus amigos, preocupo-me com quem se preocupa comigo, e sou uma coração mole pois é rara a vez que consigo dizer “não” a alguém, mas ultimamente ando a esforçar-me para o fazer para que as pessoas não abusem de mim e não achem que estou disponível quando elas bem querem.

Gosto muito de comer especialmente se for a comida da minha mãe, no entanto não sou gorda e tenho uma estatura normal. Não ligo muito a comidas muito requintadas, prefiro um belo bitoque a um prato todo chique cuja comida não deve ocupar um quarto do estômago.

Adoro ler mas nem sempre tenho disponibilidade para tal e adoro comprar livros mesmo que não tenha tempo de os ler. Sou uma fã assumida de Fast and Furious, ou se preferirem de Velocidade Furiosa! “Mas aquilo é sempre a mesma coisa” ou “Aquilo não tem história nenhuma”, dizem-me por vezes só que não se pode só ver com os olhos, tem que se ver com a alma e embora sejam filmes de acção, cheios de velocidade, tiros e se calhar alguma pancadaria, aprende-se mais do que com filmes românticos onde se encontra o principe encantado e ‘viveram felizes para sempre’. Mas já estou a divagar, gostos são gostos e gostos não se discutem.

Tenho opiniões formadas e vincadas sobre alguns temas como a tourada, praxe (sim, diz-se praxe e não praxes) ou eutanásia. Não falo delas no blog porque não quero polémicas e são assuntos para ser debatidos cara a cara e não por escrito que facilmente levam a mal-entendidos por falhas de comunicação.

E pronto, acho que a resposta já está um pouco longa demais mas espero que fiquem a saber um pouco mais sobre mim. E podem sentir-se à vontade para perguntarem o que quiserem que se puder responderei com todo o gosto!"

 

Completa a frase: se eu pudesse...

"Se pudesse… Ui isto tem muitas perspectivas! Se pudesse retribuía aos meus pais tudo aquilo que já fizeram por mim. Eles abdicaram de muita coisa para eu poder vir para a faculdade, e eu sou grata por isso. Por isso se pudesse (e um dia vou poder!) vou retribuir-lhes tudo. Depois, se pudesse também tirava os problemas de saúde todos que a minha mãe tem (de coração, diabetes, de rins, nos olhos) e dava-lhe muita saúde, o que infelizmente é impossível… Se pudesse também gostava de ajudar várias instituições de animais e ainda – se pudesse novamente – adoptava vários cães e dar-lhes-ia uma vida feliz! Mas infelizmente a minha casa não é gigante e só posso dar amor e carinho às três cadelas que tenho."

 

Everything happens for a reason

 

C.JPEG

 Espero que tenham gostado tanto como eu gostei, a C.* consegue alegrar-nos com a sua maneira de ser!

 

A minha próxima convidada será a minha gémea (como nos tratamos) a Ana Rita, se ela aceitar, obviamente!

O meu objectivo é dar a conhecer todos ou quase todos os blogs que eu sigo e quem me segue, de semana a semana irei convidar um/uma  bloguer, é mais do que óbvio que não me irei aborrecer com quem não aceitar, continuaremos amigos como antes.

Kisses da Mummy's Little Girl

Sobre mim

foto do autor

O que se falou por aqui

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D