Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

#PrayForPortugal

É assim que está o nosso país, é assim que vai continuar a estar porque o calor, o vento e o governo não permitem que a situação abrande. Mas dói, dói ver o meu Portugal novamente assolado pelas chamas, dói ver homens e mulheres cansados e devastados, que horas e dias a fio lutam contra algo que não conseguem combater, dói igualmente saber o que o Ministério da Administração Interna, numa altura em que practicamente todo o país arde, negue ajuda aos bombeiros através dos meios da Força Aérea. Dói-me saber que se perderam casas, carros, animais, árvores, florestas e sobretudo, sobretudo pessoas, dói mesmo...

É assim que está o nosso Portugal!

#PrayForPortugal

Madeira2.jpg

 (Imagens retiradas da Internet)

O que se falou por aqui

  • Imagem de perfil

    Kikas 11.08.2016

    Quando falei do Governo queria dizer o Ministério da Administração Interna que "por falta de fundos" retirou a ajuda que sempre deu aos bombeiros nestas situações, não me referia aos membros do Governo em si.
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 11.08.2016

    Usaste palavras iguais ás do jantar de ontem do CDS, que hoje andam a tentar apagar das redes sociais, pois mentiram para se promoverem e levantar falsas suspeitas.
    Referiste-te "através dos meios da Força aérea"... desde 1995 que a FA não combate fogos. Porque "fica mais barato contratar serviços a empresas externas". Os C130 já nem tem os depósitos de água, pois já estavam tão velhos que foram vendidos para sucata em 2008, quando mudaram os F16 para o Montijo. Em 2010 transferiram 6 Puma para Beja para serem preparados para combater fogos. Não havia dinheiro para converter os helicópteros. Negociaram com os franceses para os pilotos portugueses irem para lá treinar, entretanto veio a "crise" e tudo isso foi arrumado para o lado. Agora, se a FA quisesse fazer isso tinha de comprar os Kamov (aqueles helicópteros de 2 hélices) à empresa privada que os sub-contrata ao governo para combater fogos. Para manter esses helicópteros é preciso um treino que custa mais de 250000 euros, por pessoa. Em Setembro do ano passado, o governo recebeu o relatório de em quanto ficaria ter aqueles 6 helicópteros prontos e assumir os 4 Kamov... 183 milhões de euros para estarem prontos para operar no Verão 2017. (Isto se tivessem começado a operação em Janeiro de 2016.) E 25 milhões para a manutenção e treino dos pilotos, anualmente. Não temos dinheiro para isso.
    Cada Kamov custa 35000 euros, por hora, de voo.
    Com mais de 500 fogos espalhados pelo país, não dá para mais do que já se faz. Com os cortes feitos em 2011 e 2012 aos bombeiros, muitas cooperações tiveram de reduzir pessoal e continuar a usar veículos que já deviam ter sido abatidos e o sistema de protecção civil que falhou, escandalosamente, entre 2012 e 2014, ainda agora está a recuperar de terem pessoas a liderar os bombeiros, que só sabiam olhar para o monitor sem saberem o que é estar no terreno.
    Para além da gestão que é necessário ter nas movimentações dos bombeiros e militares. Com poucos fogos, a gestão já é complicada... com centenas em simultâneo, é impraticável.
    A prevenção é a melhor ajuda que se pode dar aos bombeiros... já ninguém liga a isso, nem nas cidades.
  • O que é que achas?:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.