Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Por entre faróis e piscas

Meus caros congéneres automobilistas venho por este meio e desta forma dizer-vos apenas duas coisinhas, são coisinhas mas são coisinhas importantes, não são umas coisinhas quaisquer:

1º- A luz da vossa viatura, neste caso a luz dos faróis das vossas viaturas, não se reflecte na vossa conta de luz de casa, ou seja, não acresce qualquer valor à vossa facturação mensal de electricidade por tal, e tendo em conta que por estes dias já é noite (bom trocadilho) de manhã e à tarde, e o pessoal até gosta de ver quem circula na estrada, não se coibam de ligar os faróis, a malta agradece.

2º- Com toda a certeza que a vossa viatura tem um volante, ora nesse volante existem vários manípulos ou manetes (não sei o termo técnico da coisa), do lado esquerdo existe um manípulo para assinalar a mudança de direcção, é o chamado em calão de pisca. A malta também agradece que façam pisca cada vez que mudam de direcção e se não for pedir muito, com a devida antecedência, mesmo em cima do acontecimento pode não ajudar muito, certo senhor do Citroën C3 que apanhou com um camião na traseira hoje?

E agora vou deixar de escrever no plural porque para além de eu ter sido a única pessoa a escrever este post pareço uma maluquinha....

A sociedade pressiona-me

A sociedade pressiona-me, e pressiona-me à grande e à portuguesa!

Já estamos no final de Novembro e desde o final do mês passado que vejo árvores de Natal, decorações de Natal, sugestões para prendas de Natal, pratos para a ceia de Natal, promoções de Natal, descontos de Natal, Pais Natal, duendes, elfos, renas, criancinhas ao colo dos Pais Natal. criancinhas em cima de renas, posts sobre o Natal, fotos nas redes sociais de árvores de Natal, publicações do X e do Y a dizer que já compraram as prendas tudo, todos e todas, fotos de jantares de Natal, brunchs de Natal, almoços de Natal. Também já vi à venda bolo-rei, bolo-rainha, sonhos, filhoses, coscorões, azevias, fatias douradas, troncos de Natal, lampreias de ovos e por aí adiante...

Fónixxxxxxxxxx faltam 34 dias para a noite de Natal e eu começo a pensar que estou na véspera do dito cujo, ainda não montei a árvore de Natal, ainda não fiz o presépio, ainda não comprei prendas, ainda não comprei o bacalhau, ainda não fiz os doces, ainda não meti a mesa e que não tarda muito tenho a família toda à porta!

Sociedade, faltam 34 dias para a véspera de Natal e 35 dias para o dia de Natal em si, deixa-me lá continuar a ser tuga e a deixar tudo para o fim, não me pressiones sff.

Hoje é dia do... Mickey Mouse

É verdado meus caros hoje é dia do Mickey Mouse ou em português, do Rato Mickey.

A personagem foi criada por Walt Disney em 1928 e convenhamos que com 88 anos mantém uma aparência deveras jovem, quando tiver 88 anos quero estar como o Mickey (orelhas e calções não incluídos).Quem na sua infância não assistiu a desenhos animados do mesmo que atire a primeira pedra. As suas aventuras e desventuras com os seus companheiros faziam as delicias dos mais pequenotes e dos grandotes com uma mente mais jovem ou avariada.

Como a criança que existe dentro de mim, neste caso o infantário que existe dentro de mim, adora este pequeno e fofo rato que não rói nada que temos em casa, nem propaga doenças, deixo-vos aqui as minhas imagens preferidas, espero que gostem, se não gostarem têm bom remédio: não olhem!

 

2.jpg

4.jpg

 

1.jpg

5.jpg

7.jpg

 

8.jpg

 

Feliz dia Mickey Mouse, hoje vou comprar um bolo para celebrar a tua existência e aproveitar este dia de férias.

Logo depois de fazer a lida de casa, boa féria para mim..... (Sim está no singular porque é só um dia, temos que ser coerentes e fazer co-existir a nossa vida com a nossa gramática)

Acabou a espera!

É já na próxima segunda-feira dia 21 que regressa à Rádio Comercial o RAP com a sua rubrica Mixórdia de Temáticas, rubrica que sempre fui fã e julgo que sempre serei.

44.jpg

(Imagem retirada daqui)

Os saudosistas dos Gato Fedorento nem sempre apreciaram ver e ouvir o Ricardo Araújo Pereira sozinho e sem a companhia dos seus outros três compinchas da altura, mas a vida evolui meus caros, temos que seguir em frente, o RAP apenas trabalhava com eles, não estavam casados, para além de que muitas foram as vezes que nos fizeram rir e quem se quer rir novamente com os mesmos é só pesquisar por vídeos na Internet.

Mas regressando ao regresso: quem ouve a Rádio Comercial com toda a certeza que se recorda daquelas Mixórdias que metiam toda a gente a rir sozinha no carro, em casa, em todo o lado! Quantas e quantas vezes eu me escangalhava a rir no comboio (quando ainda trabalhava em Lisboa) e sentia olhares desconfiados sob a minha pessoa, da mesma forma que também reparava em algumas pessoas estavam garantidamente a ouvir o mesmo que eu visto que nos ríamos em simultâneo. Oh bons velhos tempos....

Só para recordar deixo-vos aqui uma das minhas Mixórdias preferidas:

(Vídeo retirado daqui)

Estou ansiosa pela próxima segunda-feira! Os bons velhos tempos vão regressar

Aqueles dias...

Aqueles dias em que acordas à mesma hora de sempre, demoras mais 10 minutos do que o normal para te arranjares e por conseguinte sais 10 minutos mais tarde de casa. Aqueles dias em que para além do trânsito normal ainda apanhas com três autocarros e cinco camiões TIR à tua frente é vês-te grega para os conseguires ultrapassar porque ocupam as duas vias em largura. Aqueles dias em que chegas à cafetaria e ouves a piada diária do senhor do primeiro andar "hoje sou eu que pago o café" e que hoje em vez de te rires forçadamente respondes à bruta: "O café é de graça porra". Aqueles dias em que estás com uma cara de quem andou na borga a noite toda e todos te perguntam o que se passa e tens que forçar um sorriso amarelo e fingir que está tudo bem, o que na realidade até está, o problema é que hoje é um daqueles dias.... Daqueles dias em que estás com um sono do carago! Mas amanhã é outro dia....

À tarde vou arranjar as unhas para ver se passa!

Diário semanal da Daisy - Cap.6

Ultimamente aos dias de semana tenho ido comer fora e tenho levado uma máxima comigo, que é não comer tudo e tentar não lamber o prato fazem como aquela tiazorras esqueléticas que dão duas garfadas de salada e sentem que comeram um boi, eu estava decidida a fazê-lo e a cumprir o meu objectivo. Se bem pensei melhor o fiz e qual não é o meu espanto quando sou abordada pela menina do restaurante que me diz: "Não desperdice a oportunidade de ajudar " ora passo a explicar, agora dão-nos um cartão anti desperdício e temos de mostrar às meninas o prato vazio no final da refeição (como fazíamos quando éramos gaiatos) e desta forma ganhamos carimbos no dito cartão que quando se encontra todo carimbado se transforma em doações.
A sério? Isto é mesmo a sério? Incrível pá, tantos anos a lamber o prato e só agora se lembram disto. Digam-me lá se isto é mania da perseguição ou se não é o universo a conspirar contra mim? 

Quando faço jantares ou  petiscos em casa no fim pergunto aos meus convidados quem quer caixinhas para levar os restos e fica tudo muito agoniado (ou envergonhado) e  dizem-me sempre que não porque não comem nada disso em casa e no fim claro é a gordalhufa que fica com tudo, porque sim a gordalhufa pode comer e ter em casa coisas gordurosas e doces.  Nos últimos jantares fiz sempre a mesma pergunta e obtive a mesma resposta, eu ainda alerto "olhem que vai para o lixo" e parece que ninguém acredita e até já chegaram a comentar "cala te tu não deitas nada fora e comes isso amanhã"  Sentindo-me revoltada e agoniada com tais palavras agarrei num saco do lixo e tudo o que era doces, boles, fritos e afins foi para o caixote do lixo provocando o choque e pânico geral. Reparem e pensem comigo:  as magritas só podiam comer nesse dia e aqui a gorda tinha de andar a semana toda a comer as sobras, porque de facto é verdade odeio desperdício e desperdiçar comida mas foi a minha última revolta nesta minha jornada da minha dieta!

Até para a semana e boa dietas.

Daisy

My friends and my car, and my car and my friends

My friends and my friends and my car and my friends já cantavam os Silence 4 num ano longínquo, em 1900 e .. ou em 2000 e... Bom não me lembro do ano e não interessa! A realidade aqui é que pelos vistos o meu car não tem muitos friends aqui na minha rua e por tal vi-me na obrigação de dar uma palavrinha aos meus amiguinhos da onça:

Caros moradores da minha rua hoje dirijo-me a vós com um pedido, é um pedido sério e que solicito que o levem em consideração, não, não vos vou pedir um rim ou um fígado, porque pelo que observo da varanda os meus orgãos internos estão em melhor forma do que os vossos, venho apenas pedir-vos, se não for muito incómodo, que ao passarem pelo lado direito da minha viatura não me entortem o filho da mãe do espelho, eu sei que é o vosso local de passagem preferido tendo em conta que de quinze em quinze dias, mais coisa menos coisa, o dito cujo surge com um ângulo diferente do que tinha quando estacionei.

Ontem de manhã quando me dirigia para o trabalho e me preparava para virar para a direita reparei que o espelho lateral do mesmo lado estava mais inclinado/torto do que a Torre de Pisa, mas caso não tivesse reparado a furgoneta vermelha de 1988 que se ia esbardajando contra mim também seria um bom alerta. Como aqui já disse por diversas vezes eu sou pequenita e por conseguinte os meus membros superiores também o são, logo é completamente impraticável eu conseguir chegar ao manípulo que ajeita o espelho, sim porque eu não tenho daquelas viaturas XPTO's que através da respiração ou de telepatia ajeita, liga, desliga, faz e desfaz o que eu quero enquanto eu vejo um filme em 3D e tomo o pequeno almoço, tem que ser todo à manápula mesmo!

Como eu sou muito jeitosa com esta coisa dos carros, só que não, quando cheguei ao trabalho e estacionei toca de ajeitar o espelho, pareceu-me perfeito, melhor ainda do que estava antes, só que não novamente! Quando saí do trabalho e entro na recta da via rápida reparo que o espelho está num ângulo estranho, não estava a perceber o que estava a ver.... Ah era o alcatrão mesmo! Sou tão jeitosa ou tão pouco que consegui o impossível de colocá-lo ainda pior do que estava de manhã. Não digam a ninguém mas naquela altura desejei ter lá um vizinho meu ao lado para me entortar o espelho....

CR7 sozinho em casa

A operadora Meo decidiu recriar uma versão do filme que provavelmente muitos de vós não conhece nunca viu e que só passa na televisão nos últimos 25 Natais, o "Sozinho em Casa" em versão anúncio, e com a participação de Cristiano Ronaldo e da D. Dolores, quem ainda não viu o dito anúncio na TV pode dar uma espreitadela aqui:

(Vídeo retirado daqui)

Ora vamos lá por partes e analisar o anúncio de uma forma global, minuciosa e realista!

Se a casa fosse efectivamente do Cristiano Ronaldo não seria aquele cubículo que apresentam, não apareciam apenas aquela meia dúzia de pessoas e a música de fundo seria "Latina de cuerpo y alma" da Kátia Aveiro e não o "We wish you a Merry Christmas...". Outra das peças que faltam naquele quadro natalício é Jorge Mendes, acham mesmo que ele iria deixar o CR7 sozinho em casa? O seu pote de ouro, o seu ganha-pão, o seu mais que tudo? Claro que não! E o Ronaldinho onde pára? E as manas, os cunhados e os ex-cunhados? Será que quando a D. Dolores está no avião e proclama "tenho a sensação de que me esqueci de qualquer coisa" será que está a mencionar os cartões de crédito ou o filho? Ou ambos os dois? (Sim isto é uma redundância e o blog é meu e eu escrevo as redundâncias que quiser!)

Se alguma das vizinhas se apercebesse que toda a gente saía de casa, à excepção do próprio Cristiano, o mesmo não ficaria sozinho em casa por muito tempo, for sure!

Tirando isto tudo o anúncio até está bem conseguido, parabéns à Meo, ou para ser mais exacta, aos publicitários da Meo.

A minha operadora por acaso até é da concorrência, mas pessoal da Meo se quiserem que publicite a vossa terei todo o gosto em fazê-lo, não sou nenhum Cristiano Ronaldo mas farei o meu melhor, deixo-vos aqui a promessa, e a minha publicidade sairá bem mais em conta do que a do CR7, também têm que ter isso em conta.

(Lá estou eu a mandar o barro à parede novamente...).