Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Quem é que já se googlou?

Já aqui alguém experimentou googlar-se? É simples, coloquem os vossos nomes no Google e vejam o que aparece por lá.

Eu já experimentei e não gostei! Descobri que por muita privacidade que possa ter nas redes sociais, tudo o que se pesquisa tudo se encontra, tudo mesmo. Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat, Google+ e por aí adiante, apenas exemplifiquei a situação com as redes socias que utlizo e que contenham o meu nome real.

Já ouvi dizer que "uma vez na Internet, para sempre na Internet" e é a mais pura das realidades, é óbvio que podem reforçar os níveis de privacidade, mas irão sempre encontrar por lá alguma coisa, sempre, nem que seja uma foto de capa do Facebook ou uma daquelas frases pré feitas que tenham colocado no Instagram. Eu por exemplo encontrei esses dois exemplos e o que mais me chocou: a foto que tinha no Google+. Escusado será dizer que essa foto desapareceu para todo o sempre, mas é certo que encontro sempre qualquer coisa que identifique como minha ou publicada por mim, e isso assusta-me. Aliás a Internet por si só assusta-me....

Googlem-se e depois digam-me se encontraram alguma coisa.

P.S. - As palavras "googlou", "googlar-se" e "googlem-se" não existem em qualquer dicionário de português, eu sei e estou ciente disso, desta forma agradeço que não me ofereçam aulas da minha língua materna.

Diário semanal da Daisy - Cap.3

Continuação do capítulo anterior, continuação da cirurgia dentária:


No fim de semana que se seguiu à cirurgia estive forçada a um regime de líquidos. No sábado tudo corria bem, não tinha dores mas a minha cabeça só pensava que as dores ainda podiam surgir portanto limitei-me aos líquidos, gelatina e sorvete de fruta.
No domingo acordei normalmente, sem dores, inchaço ou qualquer outro mal estar, estava tudo normal, normal demais até, não doía, não inchou, nada, zero, rien de rien.
Pensei logo: ok se não dói posso pelo menos comer comida relativamente sólida, comi uma sopa, metade de uma carcaça com manteiga e a dor não apareceu, foi a minha desgraça, atirei-me no dia a seguir às comidas, comidas, daquelas sólidas e com sabor, aquele sabor que nos faz sentir tão bem por um lado e tão mal por outros, mas consegui satisfazer a gula de dia e meio de jejum.
Mas calma. isto não é tão bonito como mostram na tv, o implante não a comida, a comida é maravilhosa, mais na vida real do que na tv propriamente dita, nos programas de tv  entram e saem do consultório num abrir e piscar de olhos com os dentes lindos e maravilhosos eu ainda tenho de esperar uma semana para tirar os pontos e quatro meses para por o dente... E esta situação podia-me tirar a fome? Sim podia mas NÃO TIRA!

Até para a semana, boas dietas.

Daisy