Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Me and my blog

Estava eu aqui a pensar para com os meus botões sobre o meu blog e cheguei à conclusão que nestes meses que se passaram criei por estes lados algo que me dá alegria, um certo orgulho até. Não me refiro somente ao blog em si mas à pessoa que sou aqui, e a pessoa que sou aqui é exactamente igual à pessoa que está atrás do ecrã, transparente e sem filtros.

Isso minha gente, nos dias que correm é motivo de algum orgulho, especialmente quando nos deparamos ou nos apercebemos que não há quem seja aquilo que quer demonstrar ser, que se escondem atrás de uma máscara de "wannabe", mas o facto é que se há pessoas que se sentem felizes desta forma quem sou eu para as criticar ou julgar?

Continuo aqui na minha vidinha, no meu blog, feliz e contente, sem falsas pretensões, sou o que sou, e há quem goste de mim e do meu blog assim, por isso me and my blog estamos aqui para lavar e durar!

 

#meandmyblog

(Hashtag patenteada)

 

Ah ganda Bob!

Foi anunciado ontem, para grande surpresa dos escritores em geral e do mundo em particular, que o vencedor do Prémio Nobel da Literatura de 2016 é nem mais nem menos do que Bob Dylan, o primeiro músico a ser dintiguido nesta categoria, ou em qualquer outra ligada aos Prémios Nobel, que se saiba não existem registos de um músico ter recebido algum Prémio Nobel da Medicina, por exemplo.

De acordo com a Academia Sueca o música foi distinguido "Por ter criado novas formas de expressão poética no quadro da grande tradição da música americana". Tenho que concordar, o Bob Dylan é de facto um grande poeta da música, escreveu uma vasta gama lista de músicas com uma qualidade e profundidade inegáveis, daquelas que nos fazem pensar sobre o que somos, o que queremos ser, fazer, sonhar, enfim um sem número de sentimentos.

Outra coisa que o Bob Dylan tem, e que me agrada tanto ou mais dos que as músicas. é o filho Jakob Dylan que podem ver Aqui , não possui o mesmo talento musical que o pai, apesar de também ser músico, mas é detentor de outras qualidades bastante apreciadas pelos membros do género feminino.

Parabéns Bob Dylan, és grande pá!

P.S. - Se formos pela ordem de ideias da Academia Sueca, o Quim Barreiros que compre já um bilhete para Estocolmo, é só o que vos digo!

P.S.S. - Este é o 56º post sobre o Prémio Nobel da Literatura de 2016 até à data e hora.