Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Acham que devo pedir desculpa?

No meu local de trabalho, como em tantos outros, existem divisões públicas, como a salinha da máquina do café e água e, imagem só esta loucura, casas de banho! Sim senhor, existem casas de banho, oh yeh, devidamente divididas e assinaladas pelo género masculino e feminino, mas que não deixam de ser para usufruto de toda a gente que lá trabalha.

Labora no mesmo piso que eu uma senhora que tem por hábito ir falar ao telemóvel para as tais divisões públicas. Já me sucedeu entrar na salinha do café a dita senhora estar a falar ao telemóvel e olhar para mim como se lhe tivesse entrado pela casa dentro, também já me aconteceu, desta feita com mais regularidade, entrar no wc e deparar-me com o mesmo cenário. Reparo que a senhora fica visivelmente consternada com a minha presença e já ouvi algumas frases como "Opá espera aí um bocado que agora entrou aqui uma pessoa", ou "Fogo que já não se pode falar ao telemóvel em paz!".

As divisões públicas não são públicas como o próprio nome indica? Já pensei enviar um e-mail para os RH a sugerir que se façam salas para o efeito, para se falar ao telemóvel, com a devida privacidade que uma chamada telefónica tem que ter, sim porque com a regularidade com que a senhora fala ao telemóvel e já tendo ouvido frases como "Oh Zé, já te disse que não vamos a casa da tua mãe" e "Zé, vamos ao Pingo Doce, foi o que já tinhamos combinado", podia-se ter isso em atencão, digo eu... Se pensarmos bem nisto, é bastante chato estarmos num wc a falar ao telemóvel e entrarem pessoas para o utilizar para fazer as suas necessidades!

Mas com isto tudo perdi-me no que vos queria perguntar:

- Acham que devo pedir desculpa à senhora por ir ao wc fazer xixi?

Dica úteis para conservar amizades

Como eu gosto de preservar os meus amigos e as minhas amizades, também gosto que vocês o façam, ou tentem fazer pelo menos. Vou deixar aqui quatro temas que NUNCA devem discutir/falar com os vossos amigos, nunca mesmo, são poucos mas cruciais para preservar uma boa e longa amizade.

- Não discutir política!

- Não falar sobre religiões ou crenças!

- Não discutir futebol!

E agora vem o ponto mais importante:

- Não falar sobre o Pokémon Go! Nunca!

Se vos perguntarem o que acham sobre o jogo finjam que nunca ouviram falar, não contem as histórias que circulam pela internet que já toda a gente ouviu, não digam que é bom ou mau, não digam que concordam ou discordam, em último recurso mandem-se para o chão finjam-se de mortos!

Tenho lido um variado número de comentários aqui no blog e no Facebook que me provocam arrepios na espinha! Entre os prós e os contras venha o diabo e escolha, dizer que sinto medo é dizer pouco, muito pouco....

No meu círculo de amizades ainda ninguém aderiu a esta nova moda mas cheira-me que seja sol de pouca dura. Quando algum dos meus amigos começar a jogar vou fazer a minha cara de espanto 349, aquela que reflecte a expressão "Que porra é essa?", e vou-me remeter ao silêncio antes que me arremessem uma Pokébola, e me mandem para uma via rápida, ou uma casa funerária, à procura de um qualquer Pokémon!

Aceitam-se sugestões!

Estava eu ontem feliz e contente a comentar um comentário que tinha feito num blog quando me deparo com um comentário de alguém, que não o blogguer do blog em questão, que ficou visivelmente transtornado com o meu nickname, tecendo o seguinte comentário: "Kikas??? Esse é o nome da minha coelha de estimação, loool". Pois é parece que o comentador do comentário ficou profundamente chocado e espantado com o meu nickname!

Desta forma, e não querendo consternar mais bloggers que possuam animais de estimação com este nome, venho-vos solicitar sugestões para um novo nick. Agradecia que não sugerissem Carlota, Maria ou Francisca porque são os nomes das cadelas do meu vizinho, quando digo cadelas quero dizer animais atenção, não me estou a referir às tosgas que o o mesmo apanha, essas devem ter outro nome.

Podem deixar as vossas sugestões e comentários na caixa de comentários.

Aqui a Kikas escreveu cinco vezes a palavra comentário, até conseguia escrever mais vezes a palavra comentário mas estou à espera dos vossos comentários.

 

Tenho saudades de ser pequenina...

Aliás, clarificando o título do post, não tenho saudades de ser pequenina em tamanho, nisso a mãe natureza encarregou-se de nunca me deixar com saudades, brindando-me com uns fantásticos 1.52cm....

Bom mas adiante. Falta um mês para as minhas "férias grandes" e caiu em mim uma nostalgia. Sinto saudades de ser pequenina, de ter três meses de férias, de ir brincar com os meus amigos para a rua à noite, de ir para a terrinha, de passar dias inteiros na praia e na piscina, de ir de férias com os meus pais e a minha irmã, de fugir da minha irmã para ela não me entalar os dedos nas portas, de jogarmos os quatro às cartas, ao Monopoly e ao Cluedo, de ir visitar os meus avós e tios, de ir passear aos fins de semana, de tudo isto o que me lembrei e de tudo o resto que não me lembro agora.

Sinto saudades de ser pequenina... Se fosse pequenina lembrava-me de mais coisas mas como a idade e o desgaste mental não permite, foi apenas disto que me lembrei! Agora que não sou pequenina as minhas "férias grandes" resumem-se a 10 dias úteis sem trabalhar, e desligar-me totalmente do meu dia a dia e se a sorte estiver do meu lado pode ser que não me liguem do trabalho como sempre sucede!

Quero ser pequenina outra vez....

Se alguém lá de cima estiver a ler o post é favor não confundir o "ser pequenina" de tamanho com o "ser pequenina" de idade, não me encolham se faz favor, já me basta esta altura, mais pequenina tenho que começar a comprar roupa na Zara Babys!

Felicitări Zibaldone!

Porque isto dos blogs tem muito que se lhe diga.... Não se trata apenas de debitar para aqui palavras e irmos à nossa vida, porque nisto nos blogs vão-se construindo amizades virtuais com pessoas reais, e essas pessoas que, quer queiramos quer não, começam a fazer parte do nosso dia a dia, e até chegamos a sentir a sua falta quando não nos comentam ou não os comentamos a eles. Porque nisto e isto dos blogs existem ligações que não se conseguem explicar, só quem as sente é que saberá entender o que escrevo, e eu sei que são algumas.

Desta forma a "blogger mainstream", a.k.a. Eu , vem por este meio e forma parabenizar o "blogger de culto" Francisco Freima:

Muitos parabéns Zibaldone, que a vida sempre te sorria, te presenteie com tudo aquilo que mais desejas, que sejas muito feliz e que melhores os teus gostos musicais, a malta, e particularmente eu que tive que ouvir esta faixa uns segundos, agradece! 

E foarte dulce din partea ta să spui asta Francisco, beijinhos

Fins de tarde de verão

Há alguma coisa melhor do que sair do trabalho a horas decentes, ainda estarem 30º, ir para uma esplanada, beber umas bejecas, petiscar, ver os outros comer caracóis, conversar alegremente, conversar e partilhar a nossa semana de trabalho, entre outros temas, e assistir ao pôr do sol? Se houver digam-me só daqui a duas semana porque não me parece que este episódio se vá repetir nos entretantos!

Pokémon Go a nova moda dos nerds e dos menos nerds

"Pokémon GO coloca os pokémons no mundo real a partir da tecnologia de realidade virtual. A proposta é fazer com que o jogador explore as regiões de seu próprio mundo com objetivo de completar a Pokédex e vencer os estágios. O jogo utiliza uma mecânica semelhante ao do Ingress, que utiliza o GPS do smartphone para localizar a posição do jogador, a qual consequentemente será a posição de seu personagem no mundo virtual..."

In Wikipédia a enciclopédia livre

Foi lançado um novo jogo pela Nintendo para Smartphones aonde se colocam miúdos e menos miúdos, graúdos e bem bem graúdos, a caçar Pokémons que estão espalhadas pelo mundo real para serem capturadas pelos jogadores....

"...... O cenário do mundo real pode ser substituído por um cenário virtual a qualquer momento, capturando os Pokémons e realizando missões, como, por exemplo, evoluir o seu personagem ao andar 100km."

Se eu dissesse ao meu namorado para ir ao Pingo Doce aqui ao lado comprar uma alface e um pacote de leite ele mandava-me dar uma curva! Mas também não metia as mãos na alface nem no leite E agora só vejo adultos de barba rija a jogar isto e aparentemente andar 100Km atrás de um anime. Havia de morar comigo, puff !.

Há relatos de pessoas que se perderam, e até foram assaltadas, na busca incessante de Pokémons perdidos e fugidos, às tantas da madrugada por ruas, becos e vielas menos aconselháveis para se deambular durante o dia, quanto mais para procurar Pokémons durante a noite!

Bom modas são modas, mas acho que não irei aderir a esta moda nem tão cedo nem mais tarde, andar de madrugada pelas ruas à procura de algo que não existe não é de todo a minha praia, contudo sintam-se à vontade para criar um jogo onde os Pokémons me tentam procurar a mim, vamos ver quem ganha!!

(Sim eu sei que são eles)

 

Seguidores ou Subscritores?

Seguidores ou Subscritores? É a questão que vos coloco hoje. (Tive uma Formação Motivacional, deu-me para isto).

Alguns bloggers utilizam um dos seguintes termos ou ambos, eu como não sou blogger apenas tenho um blog, admito que  prefiro chamar subscritores a quem me subscreve e também prefiro que me chamem de subscritora, amiga, fofinha, simpática, ou como preferirem, vale tudo menos nomes feios!

A palavra seguidores faz-me lembrar aquelas religiões/seitas maradas Norte-Americanas tipo a “Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”, faz-me sentir como se tivesse em Salt Lake City casada com um alarvalhão a partilhar a casa com as restantes 15 esposas do mesmo e com o mesmo, faz-me confusão este nome sei lá, associo-o sempre a este tipo de movimento religioso/seita ou lá o que é isso.

Por isso meus amiguinhos subscritores, os que eu subscrevo e não me subscrevem a mim, os que me subscrevem a mim e eu não os subscrevo, os que eu subscrevo e me subscrevem, bora lá todos juntos e em ensemble adoptar esta designação aqui no meu blog ok?

No vosso blog chamem o que quiserem a quem quiserem, salvo seja, não levem isto à letra!

O barato sai caro!

Após alguns dias a ir à praia, com férias e muito sol à mistura, fiquei com um bronze digno de fazer inveja a qualquer Kardashian acabadinha de sair do solário, mas não há bela sem senão... Após algum tempo a pele começou a cair....

Começou nos ombros até que se alastrou às pernas, parece que foi por etapas, aos poucos e poucos, estranho mas veridíco, estranho mesmo. Todos os dias após o banho espalhava no corpo um creme meio XPTO que tenho cá por casa, e que apesar de indicar no rótulo ser hidratante, de hidratante pouco ou nada tem, só cheira bem, o resto é conversa e rótulo, porque continuava com a pele seca. A pior parte deu-se nas pernas, começaram a ficar tão secas, e ásperas que até arranhavam ao passar a mão . Decidi então ir comprar um creme hidratante na verdadeira acepção da palavra, então pensei cá para comigo e para com os meus dois "Eus" (Sim eu tenho dois Eus, matem-me vá!):

Eu 1: É melhor comprares um creme bom porque os de supermercado podem ser tão hidratantes como aquele que tens.

Eu 2: Estás parva? Qualquer dia não ganho para cremes!

Eu 1: Então compra, mas vais-te arrepender! Deixa de ser forreta, compra um melhor.

Eu 2: Pois compro um de supermercado compro, é mais barato, é hidratante e é para peles secas! Vou já para a caixa!

Primeiro dia de creme tudo bem, segundo dia de creme a pele começou a empolar, terceiro dia de creme a pele começou a cair em quantidades industriais, quarto dia de creme tenho pele das pernas nas calças inteiras, quinto dia de creme, não vai existir... Temo que a porra do creme me corroa a pele e a carne até ao osso.

O meu Eu 1 pode ser um esbanjador mas é bem mais sábio que o meu Eu 2!

O barato sai caro meus caros (gostei do trocadilho), mais vale dar mais algum dinheiro de uma empreitada só do que em duas levas.