Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Sunshine Blogger Award

5.jpeg

Fui desafiada há umas semanas pela Bruxinha e pelo José da Xã para este desafia que consiste (como toda a Blogosfera já sabe) no seguinte:

 

* Agradecer à Blogger que te nomeou.

* Responder às 11 perguntas que te foram dadas.

* Nomear 11 bloggers e fazer-lhes 11 perguntas.

* Colocar as regras e incluir o logótipo do prémio no post.

Tendo em conta que já não escrevo há algum tempo e não quero andar a aborrecer-vos com dois posts semelhantes decidi fazer um "mix match" das questões que me foram colocadas, vou colocar a questão no início e qual o blogger ao qual estou a responder no final. Então aqui vai disto!

 

1 - Vais para uma ilha deserta. Podes levar um só livro. Qual escolherias para te acompanhar? (José)

Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez.

2- Qual a situação mais caricata que te aconteceu? (Bruxinha)

Perderem a minha mala no aeroporto..... Não se preocupem foi encontrada poucas horas depois.

3 - Vais deitar lixo no caixote. Levantas a tampa e ouves latir lá dentro. Que farias? (José)

Certificava-me se o latir vinha efetivamente do caixote do lixo e se sim pedia ajuda a alguém para tirar o pobre do cão lá de dentro (sou muito baixinha para efetuar toda esta operação sozinha).

4- Como é as tuas férias de sonho? (Bruxinha)

Sol, mar, praia, descanso, livros, mojitos, praia, praia, boa comida, boa companhia, bons livros.

5 - Esmolas na rua. Sim ou não? (José)

Depende...... Quando trabalhava em Lisboa fazia o percurso Av. 5 de Outubro/Saldanha, Saldanha/Av. 5 de Outbro a pé todos os dias, já conhecia quem pedia e sabia quem precisava, esses sim ajudava mas não todos os dias. Peço desculpa pela sinceridade, eu sei que isto não vai cair bem a todos.

6- O que mais gostas de fazer? Para além de comer... (Bruxinha)

Gosto do "básico" passear, ler, escrever, cinema, praia, caminhadas, ver tv, jantaradas com família e amigos, petiscadas. Ah e viajar, adoro viajar é definitivamente o meu hobbie preferido.

7 -  Numa mata há um incêndio. Há um cão e um gato rodeados de chamas. Só podes salvar um. Qual? (José)

Se há um incêndio numa mata é pouco provável que lá esteja......

8- Qual o teu maior desejo?? (Bruxinha)

Ser rico ahah.

9 - Imagina que nada de faz engordar. Qual o prato que comerias? (Jpsé)

Eu não engordo, o meu metabolismo não permite.

10- Que actividade mais gostas de fazer? (Bruxinha)

Se for atividade física é definitivamente caminhadas.

11 - Campo ou praia? (José)

Gosto dos dois mas inclino-me mais para a praia, seja Inverno ou Verão.

 

Bom tendo em conta que o Sunshine Blogger Award já vai adiantado no tempo (para mim que estou "inativa") não vou colocar questões ou nomear qualquer blogger, contudo porém adorei participar, e ser chamada a participar, neste desafio.

 

Beijinhos e abracinhos!

 

 

Ajudinha precisa-se

Para quem não saiba e calculo que muitos não saibam o meu blog está adormecido, chamos-lhe assim, há algum tempo. Eu sei que neste lufa-lufa de blogs, de entra/sai, de fica/não fica, de criar e fechar um blog a maioria de vós que por cá anda neste momento não me conhece nem nunca ouviu falar de mim, alguns outros conhecem-me de gingeira, certo peeps? Bem mas não é por aí que o macaco vai (ou foi, sei lá) à mãe, a minha(s) grande(s) questão(ões) e a ajudinha que necessito é a seguinte:

- Remeto para a primeira linha do post "Para quem não saiba, e calculo que muitos não saibam, o meu blog está adormecido", sucede que na passada 6ª feira tive 68 visualizações e ontem, à hora da escrita do post, já ia com 51.

- Porquê??

- Alguém mais entendido na matéria que me explique esta vaga (lol) de visualizações tão vasta??? Lol again.

- Será que estou a ser investigada pelas finanças e pela segurança social?

- Será que estou a ser alvo de uma cabala bloguista? LOL

Eu sei que isto é uma pergunta de caracacá e o post vai muito provavelmente ser ignorado pela esmagadora maioria mas  quem me possa explicar este assunto que me assola a mente e que me está a tirar horas de sono só que não ficarei eternamente grata, eternamente é um bocado exagerado, ficarei agradecida vá.

Não se esqueçam que a curiosidade matou o gato, eu não sou um gato e calhando nem vou morrer se não me responderem, mas sou curiosa admito....

 

Feliz 2018 everybody!

Com toda a certeza deste mundo e do outro que sei que todos vós já sabem onde vão passar a Passagem de Ano, a celebração, o deixar o ano velho para trás e entrar no novo ano que se avizinha à velocidade do som e da luz ao fim e ao cabo faltam pouco menos de 12 horas. Diz que disse que já há quem começou a celebrá-lo à data de ontem e quase que aposto que esses grandes malucos vão entrar em 2018 antes da Austrália medo.

Seja onde for, como for, com quem for entrem no novo ano com alegria (mesmo que o passem em casa com a sogra) trata-se de uma data especial por isso deixem de lado os ressabiamentos, as hipocrisias, os maus humores e pensem que se já chegaram até aqui não foi mau de todo, é sinal que estão vivos!

A gerência da casa Crónicas de uma menina da mamã deseja a todos os seus leitores, poucos mas muito bons, uma excelente entrada no novo ano e que 2018 seja melhor, igual ou superior ao ano que está a terminar.

Um beijinho e um abracinho especial a todos os que me acompanharam este ano, que em termos de blog foi curto, mas tudo feito com muito carinho e amour ou não, nunca saberão.

Existir ou não existir? Eis a questão

Já há algum tempo, mais precisamente 16 meses e 21 dias (mas quem é que está a contar?), que escrevi o seguinte post e para grande surpresa minha #sqn verifiquei que mudam-se os tempos mas não se mudam as vontades, ou neste caso, as mentalidades.

É certo que de quando em vez publico nas minhas redes sociais alguns momentos meus e dos meus, contudo porém continuo a não publicar tudo o que faço, com quem faço, a que horas o faço, como o fiz, onde vou, onde fui, onde gostaria de ir e por aí adiante. "Vira o disco e toca o mesmo", passados estes 16 meses e 21 dias ainda há quem pense que eu não saio de casa.... Assustador certo? Certo!!! Para certas pessoas, para outras nem tanto. O meu círculo de amizades é relativamente pequeno e estamos juntos praticamente todos os fins de semana, mal seria se eu publicasse uma foto de um café com o X, de um jantar com a Y ou de um passeio com o M, o N e o O, já tinha um álbum virtual do catano.

Sim eu sei o que estão a pensar, se me queixo tanto porque é que não apago o Facebook? Porque esta "ferramenta" virtual permite-me estar em contato com amigos e familiares que não se encontram no país e até para reencontrar pessoas que já não via há mais de 15 anos, como sucedeu este ano num jantar de reunião da minha antiga turma da escola secundária.

Eu já me apercebi, mal seria, que não vale a pena dizer que fiz isto, aquilo ou outro porque se não está numa rede social é porque não o fiz, ponto final parágrafo. E eu lá vou deixando que pensem o que querem: "Você não pode mudar o tempo mas pode ajustar as velas" já dizia e escrevia Confúcio.

Nem tudo é mau mas também nem tudo é ótimo, vai-se papando vá!

Este assunto sobre o Facebook veio novamente à baila, sendo que já tinha falado do mesmo aqui no blog por diversas vezes, pelos motivos que supra indiquei e também porque vi um vídeo que reflete o modo como a maioria de nós encara a vida neste momento, vivemos para o virtual quer queiramos quer não.

Ora então observem lá esta pérola:

(Vídeo retirado daqui)

Moral da história e do post: continuem a publicar cenas no Facebook em particular e nas redes sociais em geral não vá o Diabo tecê-las e a malta pensar que vocês não existem... Ou não têm vida.... Como eu....

P.S. Eu não publiquei fotos da Consoada mas juroooo que celebrei esta festividade, bem como o dia de Natal em si, verdade verdadinha.

 

Não há fome que não dê em fartura

Após vários meses sem escrever no blog, após vários meses com visitas e visualizações a rondar uma média dos 10/15 por dia eis senão quando me deparo com algo de estranho....

No domingo fui ver o meu e-mail, como sempre faço, e reparei que tinha uma nova seguidora, acedi ao blog para saber e ver quem era e para também, obviamente, a seguir! Deparei-me então com uma "Reacção", ao clicar na reacção vi que os Destaques do Sapo Blogs me tinham destacado um post, devo admitir que fiquei surpreendida, após tantos meses de interregno não estava à espera, não estava à espera de todo!

1.png

Ontem de manhã acedi às estastísticas, nova surpresa.... O número de visitas e visualizações foram mais do que muitas, apesar de já ter tido num passado distante alguns Destaques e números de visualizações iguais ou semelhantes já não estava à espera que tal me voltasse a suceder, tendo em conta a pouca qualidade dos meus últimos posts, se o post foi digno ou não de destaque não me cabe a mim decidir, não fui eu que me destaquei.

2.png

Para quem ainda não leu ainda pode ler, para quem não leu e não quer ler que não leia, para os indecisos nada como experimentar, para quem já leu aconselho a não se torturem novamente, para quem se está a borrifar para isto tudo que se borrife que eu borrifo-me convosco (sou extremamente solidária com TODO o mundo).

Isto no dia seguinte ao meu Sporting ter ganho mais um jogo, com um grande golaço do Bruno Fernandes (certo José da Xã) não há coração que aguente!

Basicamente o que quero dizer com este post é que: Não há fome que não dê em fartura

Irritações sociais

Estive uns tempos "afastada" do Facebook, ou melhor, não ligava muito e publicava pouco, na minha opinião o excesso de publicações acaba por afastar um pouco as pessoas, para além de parecer que não fazem mais nada da vida tornam-se cansativas por excesso. Neste Verão a minha posição/opinião sobre o Facebook alterou-se um pouco mas não radicalmente tenham calma, gosto de dar umas espreitadelas ao longo do dia meter uns likes aqui e ali (o que já me valeu a alcunha carinhosa de "liker"), grande parte deles mais porque sim, para agradar por quem lá anda e gosta mesmo dessa rede social, likes genuínos coloco poucos, apenas em algumas publicações que gosto verdadeiramente e esses vêm do coração e é mesmo porque gosto não é só porque sim, também tenho colocado algumas fotos (poucas porque ninguém tem que saber mais da minha vida do que eu) e pouco mais.

Após esta longa introdução venho por este meio colocar aqui uma pequena lista das "coisas" que me mexem com os nervios no atual Facebook:

- De cada vez que congratulas alguém pelo seu aniversário e tens a sorte azar de escrever parabéns a dita palavra surge a vermelho: Parabéns como se te tivesses enganado a escrever a palavra e a professora está a corrigir o erro, temo que daqui a uns meses chumbe a português tendo em conta que tenho por hábito felicitar com um "Parabéns" todo o mundo (salvo seja).

- De cada vez que algum amigo teu mete um like, uma reação ou comentário num vídeo tenho que mamar apanhar com o som do mesmo esteja onde estiver, em casa, no carro, no trabalho, na rua, em todo o lado e mais algum! Já pensei em solicitar aos meus amigos que deixem de fazer o que supra indiquei uma vez que me aborrece mas acho que nem todos iriam compreender....

- Pessoas que metem likes nas próprias publicações e sobretudo nas suas fotos de perfil..... Pessoal agora a sério a vossa auto-estima é assim tão grande? Ou é somente e apenas para terem mais likes do que a/o badalhoca/o que tem inveja de vocês (LOL). Não façam isso, não é bonito, é só desnecessário e parvo!

Por agora não me lembro de mais nada que me enerve a ponto de fazer outro ponto (bom trocadilho, não acharam? Não? Ok....) quando me lembrar acrescento a esta longuíssima lista de irritações sociais.

Felices los 4 ou los 3?

Andei cerca de uma semana e meia, ou duas, a ouvir em loop a música do momento: Felices los 4 de Maluma, de fato trata-se de uma música que entra no ouvido, o pior é a dita sair do mesmo...

Ontem dei-me ao trabalho (trabalhão) de ir ao Youtube ver o vídeo da para tentar perceber com olhos e ouvidos de gente o que a música relata e qual não é o meu espanto quando me apercebo que não percebo em que parte é que são felizes os quatro tendo em conta que TODA a música tem apenas três intervenientes: o dito cujo do Maluma (um mix de engatatão da Buraca com um rufia da Zona J de Chelas), uma "senhora" porca que para lá anda seminua para gaúdia de todos os alarvalhões que assistem ao vídeo e por fim o cornudo!

Para que não pensem que estou a exagerar, e para quem ainda não assistiu ao vídeo, aqui vos deixo parte da letra da música e o respetivo vídeo para que vejam que não estou a ser uma drama queen.

Si conmigo te quedas
O con otro tú te vas
No me importa un carajo
Porque sé que volverás
Y si con otro pasas el rato
Vamos a ser feliz, vamos a ser feliz
Felices los 4

Depois disto tudo coloco duas questões: onde anda o quarto elemento? Será que o Maluma não sabe contar? É porque se três já é uma multidão, quatro é um abuso!!!

O regresso ao blog

Isto de se regressar ao blog tem muito que se lhe diga!

Ontem fiz o meu regresso quatro meses após o interregno (com um post em Julho pelo meio) e foi um bocadinho estranho, agridoce até. Foi um post fraquito é verdade e senti-me um pouco alheia a tudo o que se passa no Sapo Blogs, não sei ao certo quem se mantém desde que "sai", não sei quem voltou, não sei o que há de novo, senti-me uma emigrante em pleno Agosto, fiquei contente mas ao mesmo tempo com um pé atrás. Apesar de ter feito inúmeras amizades no ano e meio completo que por aqui andei ainda não os consegui "ver" a todos, não os consegui ler nem visitar, o tempo e o trabalho continua a não me permitir estas andanças e vai-me ser difícil acompanhar uma vez que iniciei um novo projeto que me ocupa três noites por semana.

Fica aqui a promessa que irei tentar, não sabendo se irei conseguir, mas nada como tentar! Se efetivamente não me for possível peço desde já desculpa a todos os que me acompanham diariamente e aos que me acompanharam no meu regresso ao blog.

Este post está uma seca e meia, até eu me aborreci ao escrever esta treta toda, está visto que ainda não apanhei o ritmo da cena!

 

O regresso às aulas

Lembro-me como se tivesse sido há três meses o entusiasmo que tinha quando chegava a altura de regressar às aulas, ou melhor, o "pré-regresso" às aulas, que incluía o cheiro dos livros novos, o comprar do material escolar e como eu era uma menina mega pindérica gostava tudo em cor de rosa e os cadernos tinham que fazer pandan com os dossiers, as capas, o estojo e a mochila, era tudo tão lindinho e fofinha, aliás ainda é, ou melhor é cada vez mais tendo em conta que há mais escolha, mais o que escolher e por onde escolher. Ah que belos tempos.... Oh tempo volta para trás, volta para trás oh tempo!

 

Hoje em dia o meu "regresso às aulas" é muito diferente, tipo, super, hiper, mega diferente. O regresso ao trabalho após umas belas e óptimas férias dá-me um mix feelings entre a raivinha de dentes e a revolta de ser adulta, de já não ser aquela menina pindérica do cor de rosa numa altura em que tudo era tão fácil e tão bom e nem me apercebia da sorte que tinha. Não que não goste do meu trabalho mas ser criança, pré-adolescente, adolescente e "pré-adulta" é outro nível, é outra classe, é não ter responsabilidades, obrigações e deveres à séria....

Mas enfim é o que é, é o que tenho!

 

Agora vou parar com as lamúrias porque tristezas não pagam as contas de casa.

 

P.S. Se alguém for à Staples que me compre um daqueles caderninhos mega fofos que eu faculto a minha morada de casa para posterior envio.

75 dias depois

75 dias depois de me ter despedido temporariamente do meu blog, 75 dias depois de ter deixado de publicar, 75 dias depois do meu último post e/ou de ter alguma interacção aqui no meu cantinho é com muita alegria que vejo que algumas pessoas continuam a acompanhar-me, provavelmente na esperança de eu ter publicado alguma bojarda típica da minha pessoa, alguma piadola sem piada nenhuma, algum post sem qualquer conteúdo útil para a sociedade mas que me davam muita alegria em partilhá-los, não sei se era mútuo, quero acreditar que sim.....

Não sei quem são, só sei de onde vêm e apenas sei isso devido às estatísticas do Sapo Blogs que me levam a localidades tão distantes como Lisboa (mais ou menos distante) Porto, Braga, Viseu, Almada, Alverca do Ribatejo, Aveiro, Cascais (tão pertinho de mim), Castelo Branco, Funchal, Matosinhos, Oeiras, Paço D'Arcos (ui estas duas até queimam), Portimão, Sintra, Viana do Castelo, Vila Nova de Famalicão e o meu preferido Não Definido.

Houve até quem se lembrasse de mim por causa de uma Tag, as tão famosas Tags do Sapo Blogs e que me deixaram tantas saudades.

Só vim cá deixar-vos o meu muito obrigada, obrigada por não me "abandonarem", obrigada por estarem do meu lado, obrigada por acreditarem e se lembrarem de mim, e agora vou-me deixar destas lamechices não vá alguém ficar com diabetes à pala de tanta doçura da minha parte.

Batem forte cá dentro e um dia destes voltarei de vez!

giphy.gif

 (Gif fanado daqui)

Sobre mim

foto do autor

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema
Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D