Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Vento ventania

Já cantava o outro :

"Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
Pra lá de onde o vento faz a curva"

Pois é carissímos o pior é que hoje quem habita nos arredores de Sintra o vento é de tal modo forte que te leva para todos os sítios que relatam a dita canção e muitos mais....

Também pode suceder o inverso e o vento, ventania levar até ti chapéus de chuva, ramos de árvores, sacos de lixo, caixotes de lixo, antenas de carros (sim eu vi isso acontecer) e um sem mais números de objectos que se encontram na rua.

Também pode acontecer, como me aconteceu a mim, seres tu próprio a ser levado pelo vento.... E não é uma boa sensação, nem bonito de se ver...

O meu conselho para hoje é: fiquem em casa! O máximo que vos pode acontecer é ver a vossa roupa voar do estendal (ah porra tenho que ir recolher a minha), e sobretudo, como é o meu caso, pessoas com menos de 50 Kg não vão nem à varanda, ainda podem ir fazer uma visita ao Castelo de Sintra (ou ao Fórum Sintra vá), sem saberem ler nem escrever.

Agora vou recolher a minha roupa e rezar a todos os meus Santinhos que o vento, ventania não me leve a lado nenhum...

 

11.jpg

 Kikas

Sobre mim

foto do autor

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema

Blogs de Portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D