Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Feliz 700º post para mim!

Sim é verdade este é o meu 700º post, para quem tem o blog há um ano e três meses é obra, escusado será dizer que já escrevi mais do que um post por dia, lembro-me de um dia, a época que eu tenho por hábito chamar de "época das vacas gordas" do meu blog, em que escrevi seis posts, sim seis, meia-dúzia num só dia, tudo de uma empreitada só.

Eh ca bruta! Devem estar vocês a pensar, e sim houve uma altura em que fui bruta a escrever, não no sentido literal da palavra mas sim na quantidade de palavras, textos e posts que aqui debitei, mas foram bons tempos. Não me estou a recordar de qualquer post que me tenha arrependido de escrever, arrependo-me sim daqueles que por falta de coragem não escrevi, não queria (e não quero) atravessar a linha ténue que separa a minha vida privada da minha vida virtual, se bem que por vezes se torna difícil, muito difícil mesmo. Existem, e existiram neste ano e três meses, alturas da minha vida em que tenho/tinha tanto para deitar cá para fora que quase me sinto/sentia a rebentar mas depois recordo-me das sábias palavras de uma grande amiga, e excelente pessoa que conheci por estas bandas, que diz "Uma vez na Internet, para sempre na Internet" e eu não quero isso para mim, eu não quero a minha vida espelhada e espalhada por este mundo virtual tão amplo fora.

Foram 699 posts (este não incluído) onde escrevi o que quis e o que me deu na real gana, posts em que ri ao escrevê-los e fiz rir a quem os leu, posts com um lado mais sério, post mais informativos e poucos posts "cultos" ou elaborados, por assim dizer,, não que seja uma inculta (pelo contrário, modéstia à parte) mas ao escrever posts com algum nível de cultura/polémica hoje em dia toda e qualquer m#$%@ pode ser polémica pode levar a mal entendidos para quem os lê, o que escrevemos e a mensagem que queremos fazer passar nem sempre é perceptível ou bem entendido para quem a lê, um post acaba por ser um pouco como um livro: cada qual o interpreta à sua maneira, a mim acontece-me o mesmo, sou humana tal como todos os que me lêem ou possam ler.

Desde o início do blog que estabeleci que nunca iria escrever sobre política, religião e futebol para não gerar polémicas e discussões desnecessárias, destes três temas o que me custa mais não escrever é sobre futebol. Eu uma sportinguista ferrenha desde pequenina nascença, uma adepta ferverosa do meu clube do coração custa-me horrores não falar sobre o meu Sporting mas aguento-me firme e hirta como uma barra de ferro na minha decisão sobre o blog mas acho que no meio desta quantidade enorme de posts escrevi um sobre o Sporting, não me aguentei .

Destes 699, já nos 700, posts já tive a minha quota parte de Destaques, aos quais agradeço à equipa, e de menções noutros blogs, o que me deixa obviamente feliz. Se me pedissem para escolher um post como sendo o meu preferido provavelmente seria este não porque foi um post Destacado mas sobretudo devido ao feedback obtido, para além dos comentários recebidos, o post foi indicado/sugerido como leitura pelo Pedro Correia (Grande Sportinguista) dos blogs Delito de Opinião e És a nossa Fé! entre outros blogs em que escreve, tenho que admitir que na altura me senti lisongeada e orgulhosa, daí a minha escolha do post "preferido".

E cá estou eu 700 posts depois a debitar o que me apetece, desta feita com mais calma, mais ponderação e muito menos tempo. Se antigamente conseguia escrever mais do que um post por dia nos dias que correm posso-me dar por feliz se conseguir escrever apenas um!

E termino o meu 700º post a dizer/escrever: Venham mais 700!

25.jpg

 (Fonte da imagem)

O que se falou por aqui

O que é que achas?

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema
Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D