Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Estar solteira é doença?

Agora que estou solteira uma colega minha sugeriu, para que não me sentisse só e abandonada, que utilizasse um dito cujo de um aplicativo para telemóvel, à laia de on line dating.

Tal não foi a insistência da moça, que está lá inscrita (não sei se é o termo que se utiliza) que até já sei o nome da aplicação de cor, porque ela mostrou-me e demonstrou-me como aquilo funciona. Ora aquilo acede-se via Facebook e vai-se vendo fotos de rapazes (no caso dela) e se gostar do visual, muito profundo e nada superficial, porque como sabemos o que conta numa relação não é um todo, é apenas o visual, até nos podem dar porrada de meia noite mas desde que tenham três palminhos de cara não interessa porque é bonito, e decide-se através de um movimento para a esquerda que quer dizer que está interessada ou para a direita se não estiver (ou ao contrário, não me lembro).
 
Não critico quem o faça porque pelo que se ouve dizer é uma coisa que está na moda, até os/as casados/as utilizam este 'serviço', mas caríssimas comigo não violão!!
 
Eu 'conhecer' alguém através de uma aplicação, sem saber o que é, como é, o que faz, o que gosta, o que não gosta, podendo ter a 'sorte' de apanhar com um serial killer na rifa??
No mundo virtual onde toda a gente pode ser como quer e o que quer, quem é que me diz que não estou a 'falar' (porque fala-se por lá) com um alarvalhão da idade do meu pai com uma foto do Brad Pitt? Quem é que me diz que aqueles queridos e fofinhos que a minha colega falou não são uns completos psycos cibernautas?
 
E já agora, é uma doença estar solteira? Nos dias que correm julgo que já não existe idade definida para casarmos! Nos tempos dos meus avós sim, se não casassem até aos 20 anos ficavam umas encalhadas solteironas para o resto da vida, mas isto foi à cerca de 40/50 anos atrás! Numa sociedade supostamente evoluída ainda há quem pense assim?
 
Será que a felicidade de uma mulher está somente dependente de ter um namorado, marido ou companheiro? Têm mesmo que nos apressar antes que passemos de prazo? 
 
Por enquanto estou solteira e estou feliz, quem tiver que aparecer na minha vida aparece, mas não impingido por uma sociedade que se diz muito à frente mas continuam uns retrógrados e muito menos através de uma aplicação de engate! 
 
Pergunto eu na minha inocência/ignorância: Estar solteira é doença?
 

9.jpg

 Kikas

O que se falou por aqui

O que é que achas?

Sobre mim

foto do autor

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema

Blogs de Portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D