Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Alegria

Todos sonhamos com algo ou um motivo que nos dê razão para sermos alegres. Sabemos perfeitamente que a alegria é um sentimento abstrato e que faz parte de nossas emoções.
Somos seres viventes compostos por três partes: corpo, alma e espírito. Quando nossas emoções, vontades e desejos são tendenciosos e nos dominam, dizemos que a nossa alma passa a controlar o nosso corpo, o que pode afectar ou não o nosso estado de espírito, positiva ou negativamente.


A alegria pura é um sentimento que poucos possuem, e sobre a qual não se aplica somente a gargalhadas ou sorrisos, e em alguns casos vazios e insignificantes, a alegria é sim paz e fortalecimento interior. Sabemos que nem nem todos conseguem alcançar a alegria, pois só a detêm quem realmente sabe fazer da vida um rol de felicidades, como tal, só sabe tirar proveito da mesma quem retem em cada momento ou acontecimento uma lição de vida e sucesso, e não de tristeza e fracasso.

Sabemos que de tudo o aprendemos devemos apenas manter o que é bom para nós, para a nossa vida, para a vida de quem nos rodeia essa alegria! Essas palavras precisam nos direcionar para o sucesso e para fazermos alcançar essa essência da alegria em nós.


Precisamos de conhecer nossa essência e só assim descobriremos o nível das nossas emoções, das nossas vontades e desejos. Quando nos conhecemos, podemos ver como realmente somos e como venceremos os nossos obstáculos por meio de uma vida abundante e cheia da alegria e gozo pelo que fazemos e somos.
O segredo para alcançar esta vida de alegria verdadeira, encontra-se dentro de nós! Naquilo que somos, naquilo em que acreditamos e em que temos a certeza que possuímos, nas pessoas que verdadeiramente amamos e nos sentimos amados e sobretudo na esperança de que dias melhores estão para vir.


Viver a vida sem receios, deixando para trás cada página escrita ou mesmo rasurada, faz-nos ter a certeza de que estamos no caminho certo, sendo guiados pelo nosso coração, sem medo de escrever novas histórias, estórias, contos, de verdadeiras alegrias, gaúdios, júbilos e contentamentos, onde o protagonista e ao mesmo tempo autor, somos nós próprios.

Não nos podemos esquecer que a nossa alegria genuína é sinónimo daquilo que somos e transmitimos e daquilo que escolhemos viver! Portanto temos sempre que optar por sermos nós mesmos.... 

 

Devemos contangiar quem nos rodeia de ALEGRIA risos e sorrisos, para que a vida se torne, nem que seja só um pouco, mais leve, mais genuína, mais aprazível!

 

48.jpg

 

Kikas

Sobre mim

foto do autor

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema
Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D