Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma menina da mamã

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" Antoine de Saint-Exupéry

Olhó piropooo

O tópico do dia em Portugal debatida e rebatida em todas as redes sociais, apesar da lei já ter sido aprovada à quatro meses atrás:

Piropos dão pena de prisão até três anos!!

Admito que os piropos sempre me fizeram confusão... Eu sempre associei os piropos aos trabalhadores da construção civil, sim eu sei que é um pouco injusto e até imbecil, tendo em conta que existem para aí tantos alarvalhões com grandes empregos e carreiras, mas o certo é que são estes que se fazem notar mais, não esquecendo que se estão em cima de um andaime no terceiro andar têm que se fazer ouvir "loud and clear".

Mas o que sempre, sempre mas sempre me fez espécie é saber qual a percentagem deste piropos é que deram origem a grandes histórias de amor, ou melhor dizendo, quantos piropos tem um gajo,ou uma gaja, de mandar para conseguir engatar alguém?

Um estudo recente efectuado por mim (agora mesmo), diria que 0.05% destes piropos já resultaram em algumas voltinhas bem dadas, sendo que dentro destes 0.05%, 0.01% originou um romance daqueles de faca e alguidar, dignos de um best seller da Danielle Steel, ou não....

Em todo o caso, a partir de agora tento na língua meus senhores ou senhoras ou então habilitam-se a apanhar com uma pena de prisão mais pesada do que a do Ricardo Salgado.

 

Kikas

Venha o Ano Novo!!

Agora que acabou a euforia do Natal, sempre com aquele espirito consumista espectacular que estamos habituados já à uma série de anos, segue-se a euforia da Passagem de Ano.

Nas redes sociais vêm-se competições entre várias casa de diversão nocturna, aonde, por uns módicos 75.00€ (no minímo) podes ter acesso total à dita casa, com direita a: entrada, apertões, apalpões, idas a casas de banho (que metem nojo a qualquer ser humano sóbrio) e não esquecer do mais importante um copo de espumante.... Ah peço perdões, direito a um copo de champanhe.

As tias e as pitas já andam loucas, num frenesim total, para ver se conseguem encontrar algum vestido nos saldos que lhes sirva depois de terem engordado três quilos no Natal. Chegam à festa e reparam que o Bernardo aquele beto bué bom se está a fazer a elas "passou a noite inteira a roçar-se nela" diz a Constança para a Maria Inês, com aquele ciuminho dissimulado e ciníco que todas têm. A Benedita  passou uma boa meia hora a tentar fazer-se dificil, mas lá cedeu à "tentação".  Conseguiu engatar o beto mais feio da festa, mas não interessa, engatou, e mostrou às "migas" como se faz. Acaba num táxi às 7h da manhã a caminho de Cascais, a rezar para que a mamã não acorde e não veja os collants todos rotos, o batôm esborratado, o vestido todo amarfalhado e com e fecho partido.

As resmengas já têm outra postura: vão ao chinês, compram o vestido mais pindérico, garrido e cheio de brilhantes que lá existe e esperam que aquela festa de Kizomba no bairro vá ser de arromba, "aposto que o damo da Sheila se vai fazer a mim, senão faço-me eu a ele para aquela porca ver o que é bom". Jolas para aqui, garrafas de whisky de 3 anos para ali, a Tatyana consegue curtir com o Tony e acaba por se pegar com a Sheila que os catou na marmelada, para grande regojizo da Sandra e da Cris. Acaba como as tias e as pitas: esborratada, deslambida, rota e quase despeda, não num táxi, mas na garagem do Quin Zé, sem se preocupar com se a mamã vai notar em alguma coisa porque aí a festa continuava, não com a Sheila, mas com a mãe porque não a deixa curtir a vida como todas as damas da idade dela.

Quanto à restante população portuguesa, fica à espera da meia-noite para ver quem ganha a "Quinta", se a Romana, o Gonçalo, a Marta Cruz ou a Kelly (admito que tive que pesquisar quem entrava no programa), comer as 12 passas, ir para a cama e esperar/desesperar para que o próximo ano lhes traga outra PDA igual ou semelhante, com programas de calibre igual ou superior....

 

Boas entradas

Feliz 2016

 

Kikas

Sobre mim

foto do autor

Header by Mula
Ilustradora Mônica Crema
Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D